Archive for the ‘Atualidades’ Category

Design nas pontas do lápis

Desenhar produtos sempre despertou interesse de todos ligados ao mundo do design, porém, conseguir atrair nossa atenção dentro da infinidade de produtos que passam por nossas mãos é preciso algo mais que o esperado. Ser ergonômico, ter linhas claras e pertinentes ao produto bem como possuir forma e comandos práticos e intuitivos é a obrigação do design.
Agora surpreende quando um simples lápis pode ser melhorado. Este lápis de design assinado por U Jung Heo, Han mordaça Young & Sa Yoeng Kim resolve o problema de usar um lápis até o seu final. O início do novo lápis se encaixa na parte final do lápis que esta acabando, facilitando seu uso até o último centímetro. Quando este termina aponta-se o novo e assim pode ser usado até que ao seu quase final ele receba o suporte de um novo. Um refinamento para evitar o desconforto do lápis em seus últimos centímetros.
Este lápis contínuo ganhou um iF Concept Design este ano!

DiggDeliciousFacebookGoogle BookmarksGoogle ReaderInstapaperLinkedInPrintShare

Símbolos e Ícones que nos cercam (EDIÇÃO EXTRA)

É com muita tristeza que apresento aqui a logomarca escolhida para o Campeonato Mundial de Futebol (porque vocês sabem não posso escrever aquele outo nome C__A do M___O) que se realizará aqui no Brasil em 2014. A justificativa desta logomarca é que são mãos (num esporte que se usa o pé? Hiro Kawahara-ilustrador) segurando o ano e tudo na forma do almejado troféu. Ai você caro leitor se perguntaria, quem julgou,escolheu ou decidiu? Segura esta lista: Ricardo Teixeira (pra quem não sabe presidente da CBF), Jerome Valcke da FIFA, Oscar Niemayer, Paulo Coelho, Ivete Sangalo, Gisele Bündchen e Hans Donner. Ai, ai, quero deixar claro aqui que não tenho nada contra estas pessoas mencionadas, mas só questiono, com as devidas exceções, o nível de de formação em arte ou design gráfico ou até envolvimento de alguns deles com design, com desenvolvimento de marcas, logotipos, logomarcas ou com programação visual. Se eu fizesse parte desse Comitê de Notáveis (assim foi chamado), teria dito: feio, pobre, primário. E olhando os de outras copas diria ainda, muito aquém de fazer parte da história de logomarcas deste evento. E pensar que muitos criticaram de montão o logo da copa atual….

DiggDeliciousFacebookGoogle BookmarksGoogle ReaderInstapaperLinkedInPrintShare

Símbolos e Ícones que nos cercam (1)

São muitos os símbolos e ícones que nos cercam. Uns informam, outros instruem outros comunicam, vendem orientam, situam, etc. Vamos falar de alguns deles em postagens próximas. Estes aqui abaixo são aqueles incompreensíveis ícones que fazem parte das etiquetas de roupas cuja função é evitar que estraguemos as mesmas já na primeira lavada. São de uso internacional, pois usam uma linguagem (pelo menos na maioria deles) que não necessita informações específicas de uma determinada cultura. Dê uma olhada nas etiquetas desuas roupas e confira aqui quantas vezes você já foi além do permitido com elas.

DiggDeliciousFacebookGoogle BookmarksGoogle ReaderInstapaperLinkedInPrintShare

RITUAIS COMPARTILHADOS

mundo_gif
ilustração de – Soraia Alexandra N. Ferreira

Lendo a revista Vida Simples deparei-me com um artigo de Luiz Alberto Marinho intitulado “Rituais compartilhados”. A matéria fala sobre uma pesquisa feita em 2007 pela agência de propaganda BBDO WORLD World-wide que depois de entrevistar mais de 5mil pessoas em 26 países, incluindo o Brasil, e conversar com psicólogos, nutricionistas e sociólogos chegaram a conclusão que a vida dos habitantes típicos das grandes cidades se baseia em cinco grandes rituais.

O primeiro seria a “preparação para a batalha” que inclui 7 tarefas pela manhã. A mais comum delas escovar os dentes, 82% da população do mundo faz isso, tomar banho, fazer a barba ou a maquiagem, comer ou beber algo, conversar com alguém da família, e ler jornais.

O segundo seria o da “alimentação” que de preferência fazemos com companhia pois a refeição é uma oportunidade de socialização.

O terceiro ocorre durante o dia, onde nos preparamos para a “atração sexual” de nossos parceiros, seja cuidando de nossa aparência, seja marcando um encontro. Para 78% dos entrevistados podem acontecer de forma espontânea sem hora marcada. Os fins de semana no período que vai das 22h até a meia-noite foram considerados os mais propícios.

Quarto. Quase no fim do dia começa o ritual de “volta a base” que é quando retornamos ao nosso castelo para relaxar. Acredite, nos quatro cantos do mundo pessoas chegam em casa, tiram os sapatos, trocam de roupas, colocam seus pijamas, ligam a TV, entram na internet, leem o jornal ou um livro, e isso tudo acontece em média no máximo em 4 horas tendo as 20h como horário médio.

Quinto e último ritual “proteção para o futuro” em que se prepara a mala para o dia seguinte, se escolhe a roupa, toma-se remédios, verifica-se as portas, se as crianças já estão dormindo, se animais de estimação estão bem e o desligar das luzes.

O incrível desta pesquisa foi descobrir que, mesmo diferentes povos de culturas tão diferentes cumprem estes mesmos rituais.
Para o mundo do marketing saber destes rituais, facilita e muito, pois podem participar destes momentos com suas marcas seus produtos e seus serviços pois pelo menos em 5 momentos do dia deste consumidor são comuns.

DiggDeliciousFacebookGoogle BookmarksGoogle ReaderInstapaperLinkedInPrintShare

Sand Art / Sand Animation

Uma linda forma arte que tem feito sucesso pelo mundo, não só pela beleza, como pela performance dos artista, que se apresentam para grandes platéias demonstrando seus talentos sob um tampo de vidro tendo como pincel seus dedos e como tinta areia. Dentre os artistas desta arte, dois se destacaram pela criatividade e presença de palco. São eles Ferenc Cakó e Ilana Yahav.

Ferenc Cakó nascido em Budapest 1950 passou a vida ligado às artes da animação com argila, marionetes e design de animação onde ganhou vários prêmios. Sua dedicação a esta forma de arte, o faz viajar pelo mundo apresentando-se em teatros e Workshops (site oficial) . Se gostou, tem também esta linda apresentação do artista que vale a pena conferir

Ilana Yahav com leveza e criatividade a artista cria imagens leves e rápidas unindo desenhos e uma forte expressão corporal. (site oficial)

DiggDeliciousFacebookGoogle BookmarksGoogle ReaderInstapaperLinkedInPrintShare

As histórias não mudam, mas o suporte…

Você já teve a reação instantânea de, “caramba, eu devia ter tido esta idéia…”, alguma vez na vida? Ultimamente tenho tido muito disso. Veja esta peça. Criado e desenvolvido pelos japoneses este livro, o PhoneBook, permite que a criança interaja com o livro, tocando, jogando, inclinando, etc., e tudo isso graças ao casamento do livro com um iPhone. Isso abre um universo enorme de possibilidades com livros, jogos, revistas e etc. No site tem mais informações sobre os envolvidos na idéia.

phonebook

Vê se não tenho razão.

DiggDeliciousFacebookGoogle BookmarksGoogle ReaderInstapaperLinkedInPrintShare

A Revolução da Mídia Social

Para muitos ela envolve boa parte do seu dia, para outros um modismo que ainda não interfere tanto, mas não se deve subestimar a tendência destas novas ferramentas online que vão se moldando e se adaptando conforme vão sendo usadas. Informações são geradas e compartilhadas de forma colaborativa abordando as mais diversas áreas e a cada dia provando com números muito fortes que já são formadores de opinião e conteúdo. Este vídeo foi feito por Erick Qualman (que assina de forma criativa como @equalman) que é vice presidente da Global Marketing Online para EF Education e escritor do livro: Socialnomics: How social media transforms our lives and the way we do business

DiggDeliciousFacebookGoogle BookmarksGoogle ReaderInstapaperLinkedInPrintShare

Creative Commons – Para quem quer saber algo sobre

Este filme apesar de não ser tão profundo a ponto de dirimir todas as dúvidas, dá uma boa idéia da diferença entre Copyright e o Creative Commons.

DiggDeliciousFacebookGoogle BookmarksGoogle ReaderInstapaperLinkedInPrintShare

Relação Cliente Fornecedor no mundo real

Na arte de negociar a atividade de Pechinchar faz parte da negociação. Aproveitando-se do momento econômico que mundo passa, algumas propostas passaram para níveis ofensivos, invadiram mínimos e como o mercado se prostitue de forma acelerada deixou de ser negociação. O filme abaixo trata com humor as relações cliente fornecedor exagerando situações, mas não deixa de dar o recado. Um negócio só é bom quando é bom para ambas as partes.

DiggDeliciousFacebookGoogle BookmarksGoogle ReaderInstapaperLinkedInPrintShare